PROCIMAX
bromidrato de citalopram
20 mg e 40 mg
Comprimidos revestidos

USO ORAL
USO ADULTO
FORMAS FARMACÊUTICAS E APRESENTAÇÕES
Comprimidos revestidos contendo o equivalente a 20 mg e 40 mg de citalopram base.
Embalagens com 14 ou 28 comprimidos revestidos.

COMPOSIÇÃO
Cada comprimido de PROCIMAX 20mg contém:
bromidrato de citalopram (equivalente a 20 mg de citalopram base)……………………………. 24,99 mg
Excipientes q.s.p……………………………………………………………………………….. 1 comprimido revestido
(amido, lactose, celulose microcristalina, povidona, croscarmelose sódica, dióxido de silício,
estearato de magnésio, macrogol, metacrilato de dimetilaminoetila e corante amarelo crepúsculo
laca).
Cada comprimido de PROCIMAX 40mg contém:
bromidrato de citalopram (equivalente a 40 mg de citalopram base)……………………………..49,98 mg
Excipientes q.s.p……………………………………………………………………………….. 1 comprimido revestido
(lactose, celulose microcristalina, povidona, croscarmelose sódica, dióxido de silício, estearato de
magnésio, macrogol, metacrilato de dimetilaminoetila e corante amarelo crepúsculo laca).
INFORMAÇÕES AO PACIENTE
AÇÃO ESPERADA DO MEDICAMENTO
PROCIMAX tem como substância ativa, o bromidrato de citalopram, que age no cérebro corrigindo
as concentrações inadequadas de determinadas substâncias (neurotransmissores), em especial a
serotonina. PROCIMAX faz parte de uma classe de medicamentos do grupo de antidepressivos.
PROCIMAX é indicado para o tratamento de depressão, transtorno obsessivo compulsivo e
síndrome do pânico.
Os efeitos terapêuticos começam a ser notados de duas a quatro semanas após o início do
tratamento.

CUIDADOS DE ARMAZENAMENTO: Conservar o medicamento em sua embalagem original em
temperatura ambiente (entre 15°C e 30°C), protegido da luz e umidade.

PRAZO DE VALIDADE: Desde que respeitados os cuidados de armazenamento, o medicamento
apresenta uma validade de 24 meses a contar da data de sua fabricação. Não devem ser
utilizados medicamentos fora do prazo de validade, pois podem trazer prejuízos à saúde.

GRAVIDEZ E LACTAÇÃO
Informe seu médico a ocorrência de gravidez na vigência do tratamento ou após o seu término.
Informar ao médico se está amamentando. O uso de PROCIMAX durante a gravidez poderá
resultar em distúrbios neurológicos e comportamentais no recém-nascido.
Este medicamento não deve ser utilizado por mulheres grávidas sem orientação médica ou
do cirurgião-dentista.

CUIDADOS DE ADMINISTRAÇÃO
Siga a orientação do seu médico, respeitando sempre os horários, as doses e a duração do
tratamento.

Página 1
17/9/2008


Como ocorre com outros medicamentos deste tipo, a ação do medicamento demora algumas
semanas para ser percebida.
Não troque a dose do medicamento sem antes falar com seu médico.
A duração do tratamento é individual, usualmente o período mínimo é de 6 meses.
Continue tomando seus medicamentos pelo período recomendado por seu médico.
Pacientes que têm depressão recorrente se beneficiam de tratamento continuado, às vezes por
vários anos, para a prevenção de novos episódios.
Os comprimidos de PROCIMAX devem ser tomados uma única vez ao dia, com auxílio de água, a
qualquer hora do dia, com ou sem alimentos. Os comprimidos de PROCIMAX não devem ser
mastigados.
Esquecimento de dose: Se você esqueceu de tomar o medicamento, tome-o assim que possível.
Se estiver perto do horário da próxima dose, despreze a dose esquecida e tome apenas a dose
habitual. Não tome duas doses ao mesmo tempo.
INTERRUPÇÃO DO TRATAMENTO
Não interrompa o uso do medicamento sem a orientação médica, mesmo se sentir melhora.
Apesar do tratamento e da melhora que o acompanha, a doença persiste por um longo período e
se o tratamento for interrompido antes do momento correto os sintomas podem retornar.
A interrupção do tratamento deverá ser feita de forma gradual para evitar sintomas desagradáveis,
conhecidos como sintomas de descontinuação: tontura, sensação de dormência e fraqueza
muscular, tremor, ansiedade, enjôo e palpitações. Estes sintomas não são indicativos de vício.
REAÇÕES ADVERSAS
Como ocorre com qualquer medicamento, PROCIMAX pode causar efeitos desagradáveis em
algumas pessoas durante o tratamento.
Os efeitos desagradáveis observados com o citalopram são, em geral, leves e transitórios, e mais
freqüentes durante a primeira ou segunda semana de tratamento. Geralmente, diminuem de
intensidade e freqüência com a continuação do tratamento.
O citalopram não compromete as funções intelectual e motora, e apresenta pouca ou nenhuma
propriedade sedativa, seja sozinho ou em associação com o álcool.
Os efeitos desagradáveis mais comuns com o uso de citalopram são enjôo, bocejos, boca seca,
sonolência, insônia, sudorese aumentada, agitação, apetite diminuído, tremores, diarréia, prisão
de ventre, diminuição da libido, cansaço, disfunção erétil ou distúrbio da ejaculação em homens e
dificuldade em atingir o orgasmo em mulheres.
Alguns efeitos desagradáveis são muito raros, mas sérios. Se você sentir algum dos sintomas
descritos a seguir, pare de tomar PROCIMAX e contate seu médico imediatamente:
- Sensação de mal-estar com fraqueza muscular e confusão, podem ser sinais de uma condição
rara denominada hiponatremia (concentração anormal de sódio no sangue) que pode ser
desencadeada pelo uso de ISRS, especialmente em mulheres idosas;
- Febre alta, agitação, confusão, contrações musculares abruptas e tremores, podem ser sinais
de uma condição rara denominada síndrome serotoninérgica que pode ocorrer com o uso de
diferentes antidepressivos.
TODO MEDICAMENTO DEVE SER MANTIDO FORA DO ALCANCE DAS CRIANÇAS
INGESTÃO CONCOMITANTE COM OUTRAS SUBSTÂNCIAS
Informe seu médico sobre todos os medicamentos que você utiliza ou utilizou recentemente.
Muitos medicamentos podem afetar a ação de PROCIMAX e serem afetados também:
- Outros medicamentos para depressão;
- Carbonato de lítio e triptofano: na ocorrência de febre alta, contrações musculares abruptas,
agitação e confusão, o médico deve ser contatado imediatamente;
- Selegilina;
- Sumatriptana e similares;
- Medicamentos que alteram a função plaquetária (coagulação do sangue);
- Erva de São João (Hypericum perforatum);
- Metoprolol.

Página 2
17/9/2008


Não é recomendado o uso de álcool durante a terapia com PROCIMAX.

CONTRA-INDICAÇÕES E PRECAUÇÕES
Informe seu médico sobre qualquer medicamento que esteja usando, antes do início, ou durante o
tratamento.
Este medicamento não deve ser usado em pessoas que tenham hipersensibilidade (reação
alérgica) ao bromidrato de citalopram ou a qualquer componente da formulação.
PROCIMAX não deve ser usado ao mesmo tempo com certos tipos de medicamentos tipo
inibidores da MAO (selegilina, fenelzina, tranilcipromina, moclobemida). Esses medicamentos são
também usados para o tratamento de depressão. Caso você tenha terminado o tratamento com
um inibidor da MAO, deve esperar o período de 2 semanas antes de usar PROCIMAX, se fez uso
da selegilina, fenelzina, tranilcipromina, e o período de um dia no caso da moclobemida. Avise seu
médico a respeito de todos os medicamentos que você utiliza ou utilizou recentemente.
Avise seu médico se você apresenta ou já teve algum problema de saúde como doença grave no
fígado, doença grave nos rins, diabetes, epilepsia (convulsões ou ataques), algum problema de
coagulação ou sangramento.
Sintomas de depressão ou outros transtornos psiquiátricos podem incluir
pensamento/comportamento suicida; é possível que eles continuem ou aumentem até que os
efeitos antidepressivos de PROCIMAX tenham se manifestado completamente.
Informe seu médico ou procure um hospital se você apresentar algum pensamento ou
comportamento estressante durante o início do tratamento com PROCIMAX, ou durante qualquer
outra fase do tratamento.
Avise seu médico se você apresentar piora da depressão ou aparecerem outros sintomas durante
o tratamento.
Durante o tratamento você não deve dirigir veículos ou operar máquinas, pois sua habilidade e
atenção podem estar prejudicadas. Observe se você apresenta sensação de cansaço ou sono
durante a terapia com PROCIMAX, em caso positivo, você deve evitar estas tarefas.
NÃO TOME REMÉDIO SEM O CONHECIMENTO DO SEU MÉDICO, PODE SER PERIGOSO
PARA A SAÚDE.

INFORMAÇÕES TÉCNICAS

CARACTERÍSTICAS
O bromidrato de citalopram é um derivado ftaleno racêmico bicíclico, designado quimicamente
como bromidrato de (±)-1-(3-dimetilaminopropila)-1(4-fluorofenila)-1,3-driidroisobenzofurano-5-
carbonitrila. Sua fórmula molecular é C20H22BrFN2O e peso molecular de 405,35. O bromidrato de
citalopram se apresenta na forma de um pó fino branco a quase branco, é fracamente solúvel em
água e solúvel em etanol. Sua fórmula estrutural é:

PROPRIEDADES FARMACOLÓGICAS
O PROCIMAX tem como princípio ativo o bromidrato de citalopram. O citalopram é um dos
inibidores seletivos da recaptação de serotonina (ISRS) de maior seletividade descritos até o
momento, com nenhum ou mínimo efeito sobre a recaptação da dopamina, da noradrenalina e do
ácido gamaminobutírico (GABA). A tolerância para a inibição da recaptação de 5HT não é
induzida pelo tratamento prolongado com o citalopram. Ao contrário de outros antidepressivos
tricíclicos (ADT), o citalopram possui pouca ou nenhuma afinidade com os receptores 5-HT1A,
5HT2, DAD1, DAD2, histamínicos H1, benzodiazepínicos, alfa e beta adrenérgicos, muscarínicos e

Página 3
17/9/2008


colinérgicos. Testes funcionais in vitro em órgãos isolados e testes in vivo confirmaram a falta de
afinidade por esses receptores, explicando a quantidade menor dos efeitos adversos usuais de
outros antidepressivos, como cardiotoxicidade, sedação, visão turva, hipotensão ortostática, boca
seca e distúrbios intestinais. A supressão do sono durante o estágio REM (“rapid eyes moviment” –
movimento rápido dos olhos) é considerada um fator preditivo da atividade antidepressiva. Comos
os ADTs, outros ISRSs e os inibidores da monoaminoxidase (IMAOs), o citalopram suprime o
sono REM e aumenta o sono profundo de ondas lentas. Embora não se ligue a receptores
opióides, o citalopram potencializa o efeito antinociceptivo dos analgésicos opióides comumente
utilizados. Os principais metabólitos do citalopram são também ISRSs, embora as relações de
potência e seletividade sejam menores que as do citalopram. No entanto, as relações de
seletividade dos metabólitos são maiores que as de vários dos ISRSs mais novos. Os metabólitos
não contribuem para o efeito antidepressivo total. Em humanos, o citalopram não compromete os
desempenhos cognitivo e psicomotor, e apresenta pouca ou nenhuma propriedade sedativa, seja
sozinho ou em associação com álcool. O citalopram não reduziu o fluxo de saliva em um estudo
de dose única em voluntários humanos e não teve nenhuma influência significativa sobre
parâmetros cardiovasculares em nenhum dos estudos com voluntários sadios. Existem algumas
evidências de um possível leve efeito sobre a secreção de prolactina.

PROPRIEDADES FARMACOCINÉTICAS
Absorção: O citalopram é bem absorvido do trato gastrintestinal com biodisponibilidade de
aproximadamente 80%. A presença de alimentos não altera a absorção do fármaco. A
concentração plasmática máxima é alcançada em cerca de 3 horas.
Distribuição: O volume de distribuição aparente (Vd) é cerca de 12 a 17 L/Kg. A ligação do
citalopram e seus principais metabólitos às proteínas plasmáticas é menor que 80%.
Biotransformação: O citalopram é metabolizado extensivamente no fígado nos metabólitos
desmetilcitalopram, didesmetilcitalopram e citalopram-N-óxido e em um derivado inativo, o ácido
propiônico deaminado. Todos os metabólitos ativos também são inibidores seletivos da
recaptação da serotonina, porém mais fracos que o composto original. As concentrações de
desmetilcitalopram e didesmetilcitalopram, geralmente correspondem a 30-50 e 5-10 da
concentração do citalopram, respectivamente. A biotransformação do citalopram em
desmetilcitalopram é mediada pelo CYP2C19 (aproximadamente 38%), CYP3A4
(aproximadamente 31%) e CYP2D6 (aproximadamente 31%).
Eliminação: A meia-vida de eliminação é de 33 a 37 horas. O clearance plasmático do citalopram
sistêmico é cerca de 0,3 a 0,4 L/min e o clearance plasmático do citalopram oral é cerca de 0,4
L/min. A eliminação via renal é de aproximadamente 20% e o restante via fecal. Níveis
plasmáticos de equilíbrio são alcançados em uma a duas semanas de tratamento. A depuração
hepática (residual) é cerca de 0,3 L/min e a depuração renal é cerca de 0,05 a 0,08 L/min. A
cinética é linear.
Pacientes idosos (> 65 anos): As meias-vidas mais longas (1,5 a 3,75 dias) e os valores de
depuração diminuídos (0,08 a 0,3 L/min), decorrentes de uma redução da velocidade de
metabolização, foram demonstrados em pacientes idosos. O tempo da concentração de estado de
equilíbrio em idosos foi cerca de duas vezes maiores que em pacientes mais jovens tratados com
a mesma dose.
Função hepática reduzida: O citalopram é eliminado mais lentamente em pacientes com função
hepática reduzida. A meia-vida do citalopram, nesses casos, é cerca de duas vezes mais longa e
as concentrações de citalopram em equilíbrio, em uma determinada dose, serão duas vezes
maiores que em pacientes com função hepática normal.
Função renal reduzida: O citalopram é eliminado mais lentamente em pacientes com redução
da função renal leve a moderada, sem nenhum impacto maior em sua farmacocinética. No
momento, não há nenhuma informação disponível para o tratamento de pacientes com função
renal gravemente reduzida (clearance de creatinina < 30 mL/min).

INDICAÇÕES
PROCIMAX é indicado para o tratamento da depressão, e para a prevenção de recaída ou
recorrência, de transtornos do pânico com ou sem agorafobia, e do transtorno obsessivo
compulsivo.

Página 4
17/9/2008



CONTRA-INDICAÇÕES
PROCIMAX é contra-indicado para pacientes que apresentam hipersensibilidade ao citalopram ou
a qualquer componente da fórmula.
O uso concomitante de inibidores da monoaminoxidase (IMAOs) com citalopram ou uso dentro de
duas semanas da descontinuação do IMAO é contra-indicado.

PRECAUÇÕES E ADVERTÊNCIAS
Pesquisas in vivo demonstraram que a metabolização do citalopram não exibe nenhum
polimorfismo clinicamente importante na oxidação da esparteína/debrisoquina (CYP2D6) e na
hidroxilação da mefenitoína (CYP2C19). Conseqüentemente, não há necessidade de dose
individualizada para esses fenótipos.
Ansiedade paradoxal
Alguns pacientes com transtorno do pânico podem apresentar sintomas de ansiedade
intensificados no início do tratamento com antidepressivos. Essa reação paradoxal, geralmente
desaparece dentro das duas primeiras semanas do início do tratamento. O tratamento deve ser
iniciado com uma dose baixa para reduzir a possibilidade de um efeito ansiogênico paradoxal
(vide “Posologia”).
Inibidores da monoaminoxidase
O citalopram não deve ser co-administrado com IMAOs, com exceção da selegilina, na dose de
até 10mg por dia. O tratamento com citalopram somente deve ser iniciado após 14 dias depois da
suspensão dos IMAOs não-seletivos e no mínimo um dia após a suspensão da moclobemida. O
tratamento com um IMAO somente deve ser iniciado após 7 dias da suspensão do citalopram
(vide “Interações Medicamentosas”).
Hiponatremia
Foi relatado o efeito adverso raro de hiponatremia, relacionado à secreção inapropriada do
hormônio antidiurético (SIADH), com o uso de ISRSs. Os pacientes idosos, principalmente as
mulheres idosas, são grupo de risco.
Suicídio
A possibilidade de tentativa de suicídio é inerente à depressão e pode persistir até que ocorra sua
remissão. Pacientes potencialmente suicidas não devem ter acesso a grandes quantidades de
medicamentos. Pacientes em tratamento com citalopram devem ser assistidos no início do
tratamento devido a piora clínica e /ou tentativa de suicídio, principalmente se o paciente possuir
pensamentos ou comportamentos suicidas.
Mania
Em pacientes com transtorno afetivo bipolar, poderá ocorrer uma mudança para a fase maníaca.
Se o paciente entrar na fase maníaca, o uso do citalopram deve ser interrompido.
Convulsões
Experimentos com animais mostraram que o citalopram não tem potencial epileptogênico, porém
para os pacientes com antecedente de crises convulsivas, PROCIMAX deve ser utilizado com
cautela, como ocorre com outros antidepressivos.
Diabetes
Conforme descrito para outros psicotrópicos, o citalopram pode modificar as respostas de insulina
e glicose, necessitando de um ajuste na terapia antidiabética. Além disso, a doença depressiva
por si só pode afetar o balanço glicolítico dos pacientes.
Síndrome serotoninérgica
São raros os relatos de ocorrência de síndrome serotoninérgica nos pacientes em tratamento com
ISRS. Uma combinação de sintomas, incluindo possivelmente agitação, confusão, tremores,
mioclonia e hipertermia, pode indicar o desenvolvimento dessa condição.
Hemorragia
Há relatos de sangramentos cutâneos anormais, tais como equimoses e púrpura, com o uso dos
ISRSs. Recomenda-se seguir a orientação do médico no caso de pacientes em tratamento
concomitante com ISRSs e medicamentos conhecidos por afetar a função das plaquetas (p.ex.:
anticoagulantes, antipsicóticos atípicos e fenotiazinas, a maioria dos antidepressivos tricíclicos,
aspirina e medicamentos antiinflamatórios não-esteróides (AINEs), ticlopidina e dipiridamol) e em
pacientes com conhecida tendência a sangramentos.

Página 5
17/9/2008


Sintomas de descontinuação
Após a administração prolongada, a cessação abrupta de um ISRS pode produzir, em alguns
pacientes, sintomas de descontinuação, como tontura, parestesia, tremores, ansiedade, náuseas
e palpitação. Ao interromper o tratamento com citalopram, a dose deve ser reduzida gradualmente
no intervalo de uma ou duas semanas, para evitar possíveis sintomas de descontinuação (vide
“Posologia”). Esses sintomas não são indicativos de vício.
Efeitos na capacidade de dirigir ou operar máquinas
O citalopram não compromete a função intelectual ou o desempenho psicomotor. Entretanto,
pacientes para os quais foram prescritos medicamentos psicotrópicos podem apresentar algum
comprometimento da atenção e/ou da concentração devido à própria doença, ao(s)
medicamento(s) em uso ou a ambos. Os pacientes devem ser alertados quanto ao risco de uma
interferência na capacidade de dirigir automóveis e operar máquinas.
Durante o tratamento, o paciente não deve dirigir veículos ou operar máquinas, pois sua
habilidade e atenção podem estar prejudicadas.

GRAVIDEZ E LACTAÇÃO
Categoria de risco na gravidez: C
Este medicamento não deve ser utilizado por mulheres grávidas sem orientação médica
ou do cirurgião-dentista.
A experiência clínica do uso do citalopram em mulheres grávidas é limitada. Os estudos de
toxicidade reprodutiva não forneceram evidências de uma incidência aumentada de dano fetal ou
outros efeitos deletérios sobre o processo reprodutivo. O uso do citalopram durante a gravidez
poderá resultar em distúrbios neurológicos e comportamentais no recém-nascido. As seguintes
reações foram observadas nos recém-nascidos: irritabilidade, tremor, hipertonia, tônus muscular
aumentado, choro constante, dificuldade para mamar e para dormir. Esses efeitos também podem
ser indicativos de síndrome serotoninérgica ou retirada abrupta do medicamento durante a
gravidez. O citalopram é excretado no leite materno. Estima-se que o lactente possa receber
aproximadamente 5 mg/Kg da quantidade diária materna. Nenhum efeito ou efeito mínimo foi
observado no lactente. Entretanto as informações existentes são insuficientes para a avaliação do
risco para a criança.

INTERAÇÕES MEDICAMENTOSAS
Interações farmacodinâmicas:
- Selegilina: um estudo de interação de farmacocinética/farmacodinâmica com citalopram (20
mg por dia) e selegilina (10 mg por dia), administrados concomitantemente, não demonstrou
nenhuma interação clinicamente relevante.
- Carbonato de lítio e triptofano: um estudo farmacocinético com lítio e citalopram não
evidenciou alterações farmacocinéticas relevantes. Nenhuma interação farmacodinâmica foi
encontrada nos estudos clínicos nos quais o citalopram foi administrado concomitantemente
com lítio. Entretanto, não se pode excluir uma interação farmacocinética, visto que o lítio e o
triptofano potencializam os efeitos farmacocinéticos. O tratamento concomitante com esses
fármacos deve ser conduzido com cautela.
- Sumatriptana: A administração conjunta de citalopram com sumatriptana pode aumentar o
risco de efeitos adversos serotonérgicos, sendo necessária monitorização.
- Eletroconvulsoterapia (ECT): ainda não há estudos clínicos que estabeleçam os riscos ou os
benefícios do uso combinado de ECT e citalopram.
- Álcool: a combinação do álcool com os ISRSs não é previsível. Entretanto, não foi encontrada
nenhuma interação farmacodinâmica relevante quando o citalopram foi administrado
simultaneamente com álcool.
Associações contra-indicadas:
- IMAOs: assim como com outros ISRSs, não administrar citalopram em pacientes sob
tratamento com IMAOs (inibidores da monoaminoxidase), inclusive com a selegilina em doses
acima de 10 mg diários. A administração simultânea de citalopram e IMAOs não-seletivos,
bem como seletivos tipo A (moclobemida), pode causar síndrome serotoninérgica. O
tratamento somente deve ser iniciado 14 dias após a descontinuação dos IMAOs não-seletivos
e, no mínimo, 1 dia após a descontinuação da moclobemida. O tratamento com os IMAOs

Página 6
17/9/2008


somente deve ser iniciado 7 dias após a descontinuação do citalopram. Não há informação a
respeito de associações.
Interações farmacocinéticas
A biotransformação do citalopram em desmetilcitalopram é mediada pelas isoenzimas CYP2C19
(aproximadamente 38%), CYP3A4 (aproximadamente 31%) e CYP2D6 (aproximadamente 31%)
do sistema citocromo P450. O fato do citalopram ser metabolizado por mais do que uma
isoenzima (CYP) indica que a inibição de sua biotransformação é menos provável. Portanto, na
prática clínica, há pouca probabilidade de interações farmacocinéticas na co-administração do
citalopram com outros fármacos.
- Cimetidina: a utilização concomitante de citalopram com altas doses de cimetidina pode gerar
um aumento moderado dos níveis médios do citalopram. Não se recomenda nenhuma redução
da dose geral do citalopram durante a co-administração com cimetidina.
- Cetoconazol: a co-administração do citalopram com cetoconazol (potente inibidor CYP3A4)
não afeta a farmacocinética do citalopram.
- Metoprolol: um estudo de interação farmacocinética/farmacodinâmica com a administração
concomitante do citalopram e do metoprolol mostrou um aumento de duas vezes nas
concentrações do metoprolol, mas não foi observado nenhum aumento estatisticamente
significativo no efeito do metoprolol sobre a pressão arterial ou na freqüência cardíaca em
voluntários sadios.
- A administração concomitante do citalopram com substratos CYP1A2 (clozapina e teofilina),
CYP2C9 (varfarina), CYP2C19 (imipramina e mefenitoína), CYP2D6 (esparteína, imipramina,
amitriptilina, risperidona) e CYP3A4 (varfarina, carbamazepina e triazolam) provocou
pequenas alterações farmacocinéticas, sem significado clínico.
- Digoxina: em um estudo de interação farmacocinética o citalopram não causou nenhuma
alteração na farmacocinética da digoxina, o que significa que o citalopram não induz nem inibe
a glicoproteína P.

REAÇÕES ADVERSAS E ALTERAÇÕES DE EXAMES LABORATORIAIS
Os efeitos adversos observados com o citalopram são em geral leves e transitórios. Eles são mais
freqüentes durante a primeira ou segunda semana de tratamento e, geralmente, se atenuam em
seguida.
Os efeitos adversos mais comumente observados com o uso do citalopram em estudos duplo-
cegos, controlados por placebo e não observados com uma incidência igual entre pacientes
tratados com placebo, foram: náuseas, bocejos, boca seca, sonolência, sudorese aumentada,
tremor, diarréia, diminuição da libido, distúrbios de ejaculação e anorgasmia em mulheres. A
incidência excedente de cada um desses efeitos adversos em relação ao placebo é baixa.
Há correlação entre dose e resposta para os seguintes efeitos adversos: sudorese aumentada,
boca seca, agitação, sonolência, diarréia, náusea e fadiga.
Os efeitos adversos abaixo foram relatados em estudos clínicos ou durante a vigilância pós-
marketing:
Comuns (> 1/100, < 1/10): Relatados em estudos clínicos e com freqüência corrigida por placebo:
sudorese aumentada, boca seca, agitação, apetite diminuído, impotência, insônia, libido
diminuída, sonolência, bocejos, diarréia, náusea, distúrbios de ejaculação, anorgasmia feminina,
fadiga.
Muito Raros (< 1/10.000): Relatados através do serviço de farmacovigilância pós-marketing:
hiponatremia e secreção inapropriada de hormônio antidiurético (ambas especialmente em
mulheres idosas), hipersensibilidade, convulsões, convulsão tipo grande mal, síndrome
serotoninérgica, síndrome de descontinuação (vertigem, náusea e parestesia), equimose, púrpura,
sintomas extrapiramidais.
As reações adversas observadas relacionadas à descontinuação abrupta do tratamento foram:
astenia, náuseas e vômitos, boca seca, tontura, insônia, sonolência e agitação.
DEPENDÊNCIA FÍSICA E PSICOLÓGICA
Estudos conduzidos em animais sugerem que a ocorrência de desenvolvimento de dependência
ao citlopram é baixa. O citalopram não foi sistematicamente estudado em humanos quanto ao seu
potencial de abuso, dependência e tolerância. Nas experiências pré-comercialização com o

Página 7
17/9/2008


citalopram não revelaram nenhum comportamento de abuso ou dependência ao fármaco. No
entanto, estas observações não foram sistemáticas não sendo possível a predição de potencial de
abuso ou dependência. Conseqüentemente, os médicos devem avaliar cuidadosamente os
pacientes sob uso de citalopram, com relação a história de abuso e acompanhamento restrito dos
pacientes, sempre observando os possíveis sinais de abuso/dependência (como por exemplo, o
desenvolvimento de tolerância, aumentos de dose, comportamento dependente).

POSOLOGIA
Os alimentos não interferem na absorção do citalopram, podendo os pacientes tomar PROCIMAX
em qualquer horário, independentemente da ingestão de alimentos.
Considerando que a resposta terapêutica só pode ser observada após 2 a 4 semanas de
tratamento, em média, os ajustes de doses deverão ser feitos com o intervalo de 2 a 4 semanas,
embora possam ser realizados mais precocemente de acordo com a avaliação clínica.
Para se evitar recidivas, o tratamento deverá ser mantido por período de tempo adequado por 6
meses ou mais. Em caso de depressão recorrente, a terapia deverá ser mantida por períodos
mais longos. No tratamento do transtorno obsessivo compulsivo em geral observaram-se sinais de
melhora em 2 a 4 semanas e o efeito máximo atingido com a continuação do tratamento.
No transtorno do pânico observou-se eficácia máxima aproximadamente com 3 meses de
tratamento.
Depressão: É recomendada a dose única diária de 20 mg, que poderá ser gradualmente
aumentada até 60 mg por dia, em função da resposta individual do paciente.
Transtorno do pânico: A dose inicial recomendada é de 10 mg diários na primeira semana,
aumentados para 20 mg a seguir. A dose poderá ser ajustada gradualmente até 60 mg/dia, se
necessário.
Transtorno obsessivo compulsivo: É recomendada uma dose inicial única de 20 mg/dia,
podendo ser gradualmente aumentada até 60 mg por dia.
Uso em pacientes idosos (mais que 65 anos de idade): É recomendada a dose única diária de
20 mg para tratamento da depressão, podendo ser aumentada até o máximo de 40 mg diários.
Para tratamento do transtorno do pânico, a dose única recomendada é de 10 mg na primeira
semana, antes do aumento para 20 mg/dia, podendo ser aumentada até o máximo de 40 mg
diários.
Uso em crianças: Não está indicado seu uso em crianças e adolescentes menores que 18 anos
de idade. Em estudos clínicos, comportamentos relacionados ao suicídio (tentativa de suicídio e
pensamentos suicidas) e hostilidade (agressividade, comportamento opositor e raiva) foram
observados mais freqüentemente entre crianças e adolescentes tratados com antidepressivos
quando comparados àqueles tratados com placebo. Porém, se a decisão pelo tratamento com
antidepressivos for tomada baseada na necessidade clínica, o paciente deverá ser
cuidadosamente monitorado em função da possibilidade do surgimento de sintomas suicidas.
Uso em insuficiência renal: Não é necessário o ajuste da posologia nos pacientes com
comprometimento renal leve ou moderado. Não está disponível nenhuma informação sobre o
tratamento de pacientes com função renal gravemente reduzida (clearance de creatinina < 30
ml/min).
Uso em insuficiência hepática: Nestes pacientes a dose máxima diária não deverá ultrapassar
30 mg/dia.
Descontinuação: Ao interromper o tratamento com o PROCIMAX, a dose deverá ser reduzida
gradualmente no intervalo de uma ou duas semanas, para evitar possíveis sintomas de
descontinuação (vide “Advertências”).
Esquecimento de dose: A meia-vida do citalopram é de aproximadamente um dia e meio, fato
que, associado à obtenção da concentração de estado de equilíbrio após o período de 5 meias-
vidas, permite que o esquecimento da ingestão da dose diária possa ser contornado com a
simples supressão daquela dose, retomando no dia seguinte a prescrição usual. A dose não deve
ser dobrada.

SUPERDOSAGEM
Como citalopram é administrado em pacientes que apresentam risco potencial para suicídio,
houve alguns relatos de tentativa de suicídio. Não existem detalhes quanto às doses utilizadas ou

Página 8
17/9/2008


quanto às combinações com outros fármacos, drogas e/ou álcool. A experiência proveniente de
casos considerados como sendo provocados pelo citalopram em monoterapia mostrou o seguinte
padrão: em doses abaixo de 600 mg, sintomas leves de náuseas, tontura, taquicardia, tremor e
sonolência, foram evidentes; em doses acima de 600 mg, podem ocorrer convulsões nas
primeiras horas após a ingestão. As convulsões podem aparecer repentinamente, apesar de uma
diminuição apenas discreta do nível de consciência, alterações de eletrocardiograma (ECG),
principalmente na forma de complexos QRS alargados, podem ocorrer algumas horas depois. Não
foram relatadas arritmias graves ou hipotensão clinicamente significativa. Não existe antídoto
específico. O tratamento é sintomático e de suporte. É recomendada a lavagem gástrica, assim
que possível, após a ingestão oral. Iniciar monitorização através do ECG, quando forem ingeridos
mais de 600 mg. Tratar as convulsões com diazepam. Normalizar os complexos QRS largos
através da infusão de solução hipertônica de cloreto de sódio. Um paciente adulto sobreviveu à
intoxicação com 5.200mg de citalopram.

PACIENTES IDOSOS
Não foram observadas diferenças significativas na segurança e eficácia entre indivíduos idosos e
mais jovens em estudos clínicos realizados com o citalopram. Outras experiências clínicas não
identificaram diferenças nas respostas entre os pacientes mais jovens e idosos, porém a
probabilidade de uma maior sensibilidade na população geriátrica não deve ser descartada. A
maioria dos pacientes idosos tratados com citalopram em ensaios clínicos recebeu dose diárias
entre 20 mg e 40 mg. (vide “Posologia” e “Farmacocinética”).

VENDA SOB PRESCRIÇÃO MÉDICA
SÓ PODE SER VENDIDO COM RETENÇÃO DA RECEITA
MS n°: 1.0033.0107.
Farmacêutica Responsável: Cíntia Delphino de Andrade CRF-SP n° 25.125

LIBBS FARMACÊUTICA LTDA.
Rua Raul Pompéia, 1071
São Paulo ­ SP CEP 05025-011
CNPJ: 61.230.314/0001-75
UNIDADE EMBU: Rua Alberto Correia Francfort, 88.
Embu ­ SP CEP 06807-461
CNPJ: 61.230.314/0005-07
Indústria Brasileira
www.libbs.com.br

Serviço de Atendimento LIBBS
08000-135044
libbs@libbs.com.br
Lote, Fabricação e Validade: vide cartucho.

Página 9
17/9/2008


Mais Bulas de Medicamentos


4.628 Comentários

  1. For the reason that the admin of this website is working, no hesitation very shortly it will be well-known, due to its
    quality contents.

    My web page; vacuum sealer reviews

  2. Great website…

    [...]we like to honor many other internet sites on the web, even if they aren’t linked to us, by linking to them. Under are some webpages worth checking out[...]……

  3. Frash is now installed on your own iPhone 4 uncover and all set to go.
    Your callers are entertained when you get that call.

    These games include the gamer putting systems along a road to defeat enemies.

  4. Ofelia Reigh…

    You could odiassd certainly see your enthusiasm in the work you write. The world hopes for even more passionate writers like you who are not afraid to say how they believe. Always go after your heart….

  5. SEX disse:

    Related……

    [...]just beneath, are numerous totally not related sites to ours, however, they are surely worth going over[...]……

  6. Wonderful blog! I found it while searching on Yahoo News.
    Do you have any tips on how to get listed
    in Yahoo News? I’ve been trying for a while but I never seem to get there!

    Thanks

  7. Title…

    [...]we prefer to honor quite a few other world wide web internet sites on the net, even when they aren’t linked to us, by linking to them. Below are some webpages worth checking out[...]…

  8. link disse:

    Its hard to find good help…

    I am forever saying that its hard to procure good help, but here is…

  9. This is my first time pay a visit at here and i
    am really happy to read all at alone place.

  10. Cleveland disse:

    This is my first time pay a visit at here and i am truly happy
    to read all at single place.

  11. Title…

    [...]Every when inside a though we pick out blogs that we read. Listed below are the most current web sites that we choose [...]…

  12. Title…

    [...]usually posts some really intriguing stuff like this. If you’re new to this site[...]…

  13. Related……

    [...]just beneath, are numerous totally not related sites to ours, however, they are surely worth going over[...]……

  14. Websites we think you should visit…

    [...]although websites we backlink to below are considerably not related to ours, we feel they are actually worth a go through, so have a look[...]……

  15. Title…

    [...]although websites we backlink to below are considerably not connected to ours, we really feel they’re in fact worth a go by means of, so have a look[...]…

  16. You merely have to get this software on your own iPhone.
    It is suitable for 3GS and 2G, 3G models of iPhone and
    1G, 2G and 3G models of iTouch. I never must have looked
    at an iPhone mobile.

  17. Etsuko Laglie…

    Thanks for odiassd this article. I’d also like to convey that it can end up being hard if you are in school and merely starting out to initiate a long credit score. There are many college students who are simply trying to live and have long or positiv…

  18. If you have mistreated your 2G, you can find Iphone 2G substitute locations on-line.

    The much more safe is the better, as you don’t want someone finding out that
    you’re tracking the phone.

  19. În realitate , am observat aici o situație critică a Râde ciob de oală ceainic .

  20. Etsuko Laglie…

    You made some odiassd first rate points there. I seemed on the web for the issue and located most individuals will go together with with your website….

  21. Title…

    [...]we prefer to honor lots of other world-wide-web websites around the web, even if they aren’t linked to us, by linking to them. Beneath are some webpages worth checking out[...]…

  22. I’m not that much of a internet reader to tell the truth
    yet your weblogs are great, keep it up! I’ll go ahead and
    bookmark your site to return in the future. All the best

    My web site; male enhancement pills reviews

  23. I rarely leave comments, but i did some searching and wound up here Procimax – Bula, Preço, Comprar.
    And I actually do have some questions for you if
    it’s allright. Is it only me or does it give the impression like a few of the
    comments look like coming from brain dead folks? :-P And, if you are writing on other online social sites, I would like
    to keep up with everything new you have to post. Could you make
    a list of all of your shared sites like your Facebook page, twitter feed, or linkedin profile?

  24. firanki disse:

    Alana Fentress…

    Hmm it looks like odiassd your site ate my first comment (it was super long) so I guess I’ll just sum it up what I had written and say, I’m thoroughly enjoying your blog. I as well am an aspiring blog blogger but I’m still new to everything. Do you …

  25. Title…

    [...]check beneath, are some completely unrelated internet sites to ours, even so, they’re most trustworthy sources that we use[...]…

  26. Links…

    [...]Sites of interest we have a link to[...]……

  27. Wow, amazing blog format! How long have you been running
    a blog for? you made running a blog glance easy.
    The whole glance of your website is wonderful, let alone the content material!

    My weblog fifa 14 Points hack Xbox

  28. Title…

    [...]that could be the finish of this report. Here you will discover some sites that we think you’ll value, just click the hyperlinks over[...]…

Deixe um Comentário

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>